quarta-feira, 26 de março de 2014

Experiências na Cozinha: "10 por 10" de Chakall

Muitos de nós chegamos a casa e, cansados de mais um dia de trabalho, queremos despachar o jantar rapidamente. Cá em casa é um pouco assim e gosto de fazer pratos rápidos e, sempre que possível, deliciosos.

Chakall promete-nos isso neste livro: 10 mimutos por menos de 10 euros! Não sei se realmente demorei esse tempo, tanto mais que somos cinco e que a minha malta come imensooooo! Logo, tive de fazer a receita a dobrar!!!
Mas que foi fácil, foi. Escolhi para o almoço de Domingo, "Sandes de Filetes de Pescada".

E fiz assim:

Depois de temperar os filetes com sal (usei sal aromatizado feito na Bimby), pimenta e sumo de limão, fritei-os num pouco de azeite. Virei dos dois lados e quando tostados, coloquei por cima alho e coentros frescos picados. Depois, uma fatia de queijo e rodelas de tomate. Tapei o tacho e deixei o queijo derreter em lume brando. Coloquei cada filete em cima de uma fatia de pão escuro, temperei com pimenta e coentros picados e voilá!

A receita dizia para barrar o pão com maionese. Não o fiz e ninguém sentiu a falta! Todos gostaram. Nem todos conseguiram comer as duas fatias... Eu fui uma delas! Fica-se cheio só com uma, podem acreditar. Acompanhei com tomate cereja.





terça-feira, 11 de março de 2014

Escritores na cozinha com... Anabela Borges

BOLO DE CHOCOLATE DA MÃE E DA INÊS
A Inês adora cozinhar, e gosta sobretudo de fazer bolos, de surpresa, para a irmã, a Beatriz.
O nosso bolo de chocolate é muito simples de fazer: utiliza-se como medida uma chávena almoçadeira e bate-se tudo no liquidificador.

Massa
6 ovos
1 chávena de açúcar
1 chávena de leite morno(a)
1 chávena de chocolate em pó Nesquick
2 chávenas de farinha branca de neve
1 colher (sopa) de óleo
1 colher (café) de fermento em pó
4 quadradinhos de chocolate culinário
1 colher (sopa) de manteiga

Cobertura
4 quadradinhos de chocolate culinário
1 colher (sopa) de manteiga

MODO DE PREPARAÇÃO:
Vão-se juntando, lentamente, os ingredientes no liquidificador e vai-se batendo a uma velocidade média, até ficar uma massa consistente e fofa. Para que o bolo não fique demasiado doce e para que ganhe um tom mais escuro, colocam-se os quatro quadradinhos de chocolate culinário numa chávena com uma colher de manteiga e põe-se a derreter no micro-ondas, por 2 minutos; acrescenta-se à massa e bate-se novamente, para ficar bem misturado.
De seguida, coloca-se numa forma redonda, previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha.
Vai ao forno a 180ºC, por cerca de 40 minutos, pré-aquecido.
Depois de deixar arrefecer um pouco, desenforma-se o bolo.

Cobertura
Colocam-se os quatro quadradinhos de chocolate culinário numa chávena com uma colher de manteiga e põe-se a derreter no micro-ondas, por 2 minutos. Deita-se esse líquido por cima do bolo. O bolo vai ficar húmido e muito fofo.
Quando eu e a Inês fizemos este bolo, estava uma tarde invernosa de fevereiro. A Beatriz, que estava a estudar para um teste de Geometria Descritiva, cuidou que estava a ter alucinações, com o cheiro inconfundível do bolo a invadir a casa. Ficou muito feliz e achou que tinha o dia ganho. Estudar já nem lhe pareceu uma empresa assim tão inglória. E como é bom viver estes tempos em família!


Até ser Primavera
Primeiro livro da inteira autoria de Anabela Borges, “Até ser Primavera” surge como uma antologia de dez contos onde impera o desespero da condição humana, a dar lugar à esperança na primavera da vida.
Até que ponto as coisas mais simples podem fazer alguém voltar a agarrar-se à vida, ou os mistérios inexplicáveis levam a desistir dela? Como se faz da intriga um modo de vida, ou se vive na cegueira de não ver o que está mesmo à nossa frente? Como justificar um aborto voluntário, ou viver com alguém que te faz a vida num inferno, como aguentar a perda daqueles que mais amamos, ou entender a saudade arrebatadora no fado do amor, como perdoar, ou gerir arrependimentos? São histórias que, há muito, te acordam o sono, te preenchem as memórias e te povoam os dias inquietos, para ler e refletir. Vale a pena acreditar na primavera da vida.
Este livro surge como o resultado da atribuição do prémio melhor conto da coletânea Ocultos Buracos, da Pastelaria Studios Editora, e inclui o conto vencedor.

Anabela Borges

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Papas de Aveia com Muesli, Mel e Canela

Este tem sido o meu pequeno almoço e algo se alterou no meu organismo pois a aveia tem funcionado muito bem (eheheh!). Recomendo!

Quem tem bimby prepara rapidamente, quem não tem poderá fazê-lo no fogão...

Esta dose dá para 5/6 vezes. Coloco em duas caixas de vidro com tampa no frigorífico e dura a semana inteira. De manhã, tiro a quantidade que quero comer e aqueço-a no microondas. Por cima deito muesli, canela e um pouco de mel.

Trituro alguns frutos secos (tinha avelãs e amendoas cá em casa e foi isso que usei) na velocidade 9 durante dois ou três segundos. De seguida, junto 150 gr de aveia, 400 gr de leite do dia, 500 gr de água, um pouco de canela,mel e açúcar amarelo. Coloco 9m, 90*, vel 2,5.

Eis a foto:



terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

Experiências na Cozinha: Cozinha para dias Felizes

Já há algum tempo que andava a namorar este livro. Gosto do blogue da Laranjinha (Cinco Quartos de Laranja) e andava a folhear o livro numa livraria onde costumo ir com frequência. A receita que vos deixo ficar aqui foi a que me convenceu a trazê-lo comigo. Gosto de misturar sabores tradicionais com algo inovador e esta açorda foi a escolhida!

Açorda de curgete

Cortar o pão em fatias e deitar 5 dl de água quente por cima e reservar. Fazer um refogado com uma cebola, 4 dentes de alho e um pouco de azeite até a cebola estar translúcida. Acrescentar 450 gr de curgete ralada com casca e temperar com sal. Juntar o pão demolhado e mexer com uma colher para que a consistência fique uniforme. Bater 4 ovos, temperar com pimenta preta e juntar à mistura anteiror. Juntei coentros picados também.

Acompanhei com lascas de bacalhau cozido e salteado na wook em azeite, alho e salsa.

Eis as fotos:


terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Escritores na cozinha com... Cristina Drios

É tarde e não há nada pronto?
Não temos o menor jeito para cozinhar e o habilidoso lá de casa ainda não chegou?
Gostamos de comer bem mas não queremos perder a linha?

Eis a receita-maravilha: é fácil e rápida, é deliciosa, é amiga!

Desenvolvida e aprimorada por mim, para mim, com provas dadas.
Diz quem já provou que é uma obra-prima!

CREME DE CURGETES
Ingredientes:


  • 4 curgetes grandes
  • 1 cebola média
  • 2 dentes de alho
  • 1 fio de azeite
  • sal e pimenta preta
  • coentros

Preparação:
Sem as descascar cortar 4 curgetes às rodelas para dentro da panela.
Juntar uma cebola em quartos e os dentes de alho.
Juntar água sem cobrir completamente os legumes (deixar, menos menos, um dedo de legumes fora de água).
Juntar sal.
Quando estiverem cozidos, passar com a varinha mágica até obter um creme macio.
Rectificar o sal.
Juntar pimenta preta moída na altura, um fio de azeite e coentros picados.
Já está! Um maravilhoso creme pronto a servir!

Para um dia de festa: escalfar um ovo ou juntar farripas de parmesão.

Cristina Drios

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Experiências na Cozinha: "Cozinha Para Quem Quer Poupar"

Ando já há algum tempo para experiementar algumas receitas deste livro... Até que peguei em marcadores (tenho imensos e uso-os para este fim!) e comecei a marcar as folhas. Desisti e fui buscar post-it que são mais finos porque o livro já estava a engrossar demais com os marcadores...

Depois escolhi uma entrada muito simples e apetitosa: Ovos assados em taças de pão da página 31.

Basta passar com o rolo por cima de fatias de pão de forma (usei integral) e colocá-las em taças que possam ir ao forno, untadas com azeite. À parte faz-se um refogado com bastante cebola e quando ela estiver loira, reserva-se, colocando-a por cima do pão. Junta-se fiambre aos cubos (para a próxima coloco bacon para ver como fica), basílico (como não tinha coloquei oregãos) e tomates cereja cortados (para cada taça pus duas metades). Abre-se um ovo por cima e leva-se ao forno até que os ovos estejam prontos a comer.

Ficaram óptimos!




A seguir fiz a receita de Costeletas de Porco Havaianas, da página 81 e acompanhei com arroz branco. A repetir, sem dúvida! Simples, simples... Vou experimentar com bifes de perú.
Colocam-se as costeletas no fundo de um pirex. Picam-se dois tomates (piquei na Bimby) e mistura-se nelas ananás de 1lata escorrido e cortado em pedaços pequenos. Tempera-se com sal, pimenta e oregãos.
Cobrem-se as costeletas com esta mistura e, por cima, polvilha-se com queijo ralado. Vai ao forno 25 minutos. Uma delícia! Quando dei por mim já todos se tinham servido e só consegui tirar a foto da que estava no meu prato. Vejam:



quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

Um amigo, uma receita com... Jorge Navarro

Lasanha de salmão com espinafres


INGREDIENTES:

- 1 cebola grande ou duas médias;
- 2 a 3 dentes de alho;
- 400 gr. de salmão congelado;
- 300-400 gr. espinafres;
- 1 pacote de 500 ml de molho bechamel;
- 1 pacote de natas;
- azeite qb;
- sal qb;
- pimenta;
- noz moscada;
- frasco de 0,5 litro de polpa de tomate;
- placas de lasanha;
- queijo mozzarela;
- orégãos.

MODO DE PREPARAÇÃO:
Fazer o refogado com a cebola e o alho e azeite; juntar o salmão cortado aos pedaços ainda congelado quando a cebola e o alho estiverem alourados adicionando um pouco de sal, pimenta e noz moscada; mexer de modo aenvolver todos os ingredientes até desfazer o salmão em pedaços muito pequenos; juntar a polpa de tomate e envolver; de seguida juntar metade da embalagem do molho bechamel e envolver; juntar os espinafres e envolver bem até ficarem bem distribuídos na pasta.
Todo o preparado deve ser feito em lume brando de modo a não agarrar no fundo.
Num tabuleiro deita-se o pacote de natas espalhando bem; de seguida colocar as placas da lasanha alternadamente com o preparado anterior; com a última camada de placas de lasanha deita-se o restante molho bechamel espalhando bem ao longo das placas deitando uma embalagem de queijo mozzarela por cima e orégãos.
Vai ao forno aproximadamente 30 minutos em forno quente consoante a potência do mesmo. Ao fim de 20 minutos deve-se verificar o estado das placas e determinar o restante tempo de cozedura.
Pode acompanhar-se com salada.

Tempo total: aproximadamente 1 hora.

Bom apetite!
Jorge Navarro

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Experiências na Cozinha: Biscoitos Divertidos

Patas de Gato de Chocolate


Bem sei que nesta altura andam todos cheios de doces mas quero-vos mostrar umas bolachichas que fiz para juntar a uns pequenos cabazes de Natal que continham sal aromatizado com limão e ervas, açúcar aromatizado com laranja e vinho doce (aperitivo).

São muito simples de fazer. Adaptei-as à bimby (ingredientes todos juntos, 20 seg, vel 6) mas o livro trás a versão normal.

Ingredientes:

180 gr de margarina à temperatura ambiente
100 gr açúcar em pó
1ovo
300 gr de farinha
1colh. de café de fermento
20 gr de cacau amargo em pó
150 gr de chocolate preto derretido (p/ molhar metade dos biscoitos depois de cozidos. Não usei)

Fazer bolinhas e espalmar com um garfo. Forno pré-aquecido a 180* durante 10m.
Deixar arrefecer sobre uma grelha.