sexta-feira, 22 de julho de 2011

domingo, 5 de junho de 2011

Omelete


Estava a fazer uma sopa e lembrei-me, de repente, que podia aproveitar o vapor para fazer uma omelete.. Bati rapidamente os ovos com pedaços de tomate, salsa picada e um pouco de sal.
Coloquei a varoma em cima do copo (onde estava a fazer a sopa), pus uma folha de papel vegetal untada com azeite e deitei para lá a mistura dos ovos batidos. 7 minutos depois estava feita a minha omelete a vapor!!! Boa!

sábado, 4 de junho de 2011

Dica: Feijão, Grão, Lentilhas

Esta dica dá muito jeito:
Colocam na Bimby um pacote de feijão, grão ou de lentilhas. Dão-lhe uns toques no turbo para desfazerem mais rápido e na vel. 9 mais alguns segundos, até estar em pó. Guardam num saco fechado ou caixa, para não entrar humidade...
Assim, quando precisarem de fazer sopa deitam um copo mal cheio desse pó e têm uma sopinha de grão, feijão ou lentilhas sem ter de os demolhar! Muito prático, não é?
Estes são de lentilhas (lado dto da imagem) e feijão vermelho (lado esq).

sábado, 28 de maio de 2011

Nova ajudante!

Rendi-me às maravilhas desta nova ajudante e, se não tenho postado nada, não é porque tenha abandonado a cozinha mas sim porque estou em fase experimental...
Entre um doce de abóbora e noz (tão bom!) , passando pelos iogurtes (que faço diariamente!), os gelados (um de nata e outro de frutos silvestres), os caldos de legumes (para substituir os da Knor), os sumos de fruta tipo néctar, a nutela caseira (ficou um espectáculo!), a massa para pizza... até às sopas, omeletes ao vapor... eu sei lá o que se faz nesta máquina!

Fico espantada, sobretudo, com a rapidez com que se prepara qualquer coisa em comparação com o tempo do fogão. Para terem uma ideia, a nutela que fiz hoje levou-me 4 minutos: desde o triturar das avelãs e chocolate de barra até ficar um creme delicioso!

Ei-la: a Bimby!

domingo, 17 de abril de 2011

Bolo de iogurte com amêndoa



Este bolo é uma delícia! Todos têm esta receita e é tão fácil de fazer!!!
Ainda não o experimentei numa forma para bolo, untada, porque me tenho sido atacada pela "Preguiça", aquele bichinho que todos nós conhecemos tão bem, e tenho colocado num tabuleiro com uma folha de papel vegetal "pardo", daquelas que não precisam que sujemos as mãos... Tirei-a da net (mas esqueço sempre de anotar o blog...), apontei num papelito e já a fiz duas vezes. Não há quem não goste!
E fiz assim:
Colocam-se 4 ovos inteiros na batedeira e junta-se 4 copos de açúcar (medida do iogurte). Junta-se, seguidamente, 3 copos de farinha, à qual se adicionou 2 colh. sopa de chocolate em pó e 1 colh. de chá de fermento, alternando com 1 copo mal cheio de óleo.
Envolve-se no final, depois de bem batido, 100 gr. de amêndoa sem pele, moída.
E o truque está mesmo na amêndoa...

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Bolo de canela


Gosto muito de canela e todos cá em casa também! Logo que vi este bolinho na net, algures num blog, apontei a receita e cá está ela:
Coloquei na batedeira 5 ovos inteiros e 3 cháv. de açúcar amarelo. Deixei bater bem. Juntei  a 3 cháv. de farinha, 4 colh. de chá de canela em pó, 1 colh. de chá de fermento e, alternadamente, com 1 cháv. de leite, 1/2 cháv. de óleo e 1/2 cháv. de azeite, deitei na batedeira. Bateu bem e, como me deu um ataque de preguicite, verti a massa para um tabuleiro onde tinha colocado uma folha de papel vegetal para bolos. Forno com ele a 180* durante 30 m!

Pão-de-ló



Esta receita já é bem velhinha e é muito saborosa. Mal de muitos bolinhos, não é?
E fiz assim:
Bati muito bem 6 gemas com açúcar equivalente ao peso dos ovos. Muito bem mesmo, quase até fazer espuma... Acrescentei 5 colh. sopa de água. Depois, deita-se a farinha - metade do pesos dos ovos - onde juntei 1 colh. chá de fermento. E no fim, as claras em castelo. Forma untada.
E não façam como eu que me esqueci completamente que devia usar uma forma grande pois este bolo cresce muito... e uma boa parte saiu para fora da forma!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

O Pão do João


Esta receita foi-me dada por um amigo cá de casa e, de tanto a fazer, é conhecida como "o pão do João"... Os miúdos não gostam muito porque tem sementes (manias!) e para eles fazemos outro tipo de pão, também de mistura, mas sem elas! Fica um pão enorme (frequentemente bate no tampo de vidro) e é muito fofo. Uma delícia mesmo! Costumo congelá-lo já fatiado...
E fazemos assim (a maior parte das vezes é o meu marido que faz, portanto imaginem a ciência que é preciso para tal...):
No fundo da MFP coloquei um pouco de azeite, o equivalente a duas colh. de sopa, talvez um pouco mais. Juntei depois 350ml de água morna (1m no microondas), um pouco de sal (1 colh. café).
Pesei, ao mesmo tempo, até fazer 600 gr: 2 colh sopa de sementes a gosto, 250 gr de farinha da Nacional (têm várias: rústica, vital, etc) e o resto de farinha T65. Deitei a farinha por cima da água e, em cima desta, 2 colh da medida pequena da MFP de fermento (uso fermipan).
Programa Normal e pronto! Que cheirinho bom quando acaba de fazer!!!
Nota: Numa lata alta juntei vários tipos de farinha: papoila, linhaça, sésamo, aveia e assim, tenho sempre à mão para quando preciso...


domingo, 20 de março de 2011

Fofo de Cerveja



Esta receita foi-me dada por uma amiga há muitos anos e já não a faço há muito tempo. Hoje abri o meu caderno de receitas, mais velhinho, na página deste bolo muito fofo, como o nome indica.
E fiz assim:
Bati 4 gemas com 250 gr de açúcar muito bem.  Depois deitei 1 dl de cerveja e deixei juntar bem. Em seguida, 125 gr de farinha e as claras em castelo. Foi para o forno em forma untada uns 25 m.

domingo, 6 de março de 2011

Peitos de frango no forno


Este foi o meu almoço de Domingo. Tinha uns peitos de frango temperados, já descongelados e abri o forno...
E fiz assim:
Num pirex, coloquei no fundo os peitos de frango em cima de uma cama de cebola.
Temperei mais um pouquinho com sal, louro e salsa picada. Deitei uma embalagem pequena de bacon aos quadradinhos e ananás de lata partido aos pedaços. Reguei com vinho branco e azeite.
Tapei com papel de alumínio e foi directo para o forno. Ficou muito bom e acompanhei com feijão preto "malandro" com tomate, parecido com este aqui.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Rolo de carne com salsichas frescas


Mais um rolo de carne que vi num blog (?) há pouco tempo. Simples, rápido e muito bom. Foi um dos pratos que fiz para a festa do filhote. Os miúdos adoraram!
E fiz assim:
Na carne picada juntei alho picado finamente, salsa, sal e um ovo para ligar bem. Dei-lhe o formato de um rolo, abri-o ao meio e coloquei lá dentro fatias de bacon e salsichas frescas enroladas em queijo fatiado. Fechei bem o rolo. Foi para o forno com umas nozes de manteiga e barrado com mostarda. Ah, e um fio de azeite por cima!

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Mousse de Chocolate



Hum!!! Este chocolate ainda acaba por me matar(!!!) ou engordar, pois o que não mata... Fiz esta mousse para a festa dos anos do meu filhote mais novo.
E fiz assim:
Derreti em banho-maria 250 gr de chocolate preto de culinária juntamente com 125 gr de margarina. Fui mexendo bem para unir e deitei também um pouquinho de vinho da Madeira. Podem juntar whisky, vinho do Porto ou outra bebida...
Na batedeira deitei 125 gr de açúcar e 5 gemas. Depois de bem batidas, acrescentei em fio o chocolate derretido. No fim, envolvi as claras em castelo.
Frigorífico com ela! Fica durinha com eu gosto!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Patê de atum e alho

Quatro ingredientes juntos que resultam num patê muito bom. Com umas tostinhas a acompanhar...
E fiz assim:
Desfiz com um garfo o atum (uma lata), juntei-lhe maionese, alho picado e salsa. Misturei bem. Foi para o frigorífico.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Cogumelos Gratinados



Uma entrada esplêndida e muito rápida de se fazer! Fica uma delícia e em 15 minutos está pronta.
E fiz assim:
Tirei o "tronco" aos cogumelos, lavei-os muito bem, coloquei-os num pirex. Temperei-os com sal, pimenta, nós-moscada e salsa em folhas. Reguei com um fio de azeite. Espalhei por cima queijo parmesão ralado (na verdade foi uma mistura de 4 queijos) e foi ao forno 10 m. Servi quente.
Está pronto!

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Bolo de iogurte com chocolate




Sempre que posso costumo fazer um bolinho nos fins de semana, na esperança que ele vá durando a semana toda, ou quase toda... Lol!!!
Este é o célebre bolo de iogurte ao qual se junta um pouco de chocolate em pó...
Muito simples!  Gostoso para uma tarde de Domingo com uma chuvinha nada convidativa a um passeio...
E fiz assim:
Bati 4 ovos inteiros com 2 medidas (do copo do iogurte) de açúcar. Acrescentei 1 copo de óleo, 1 iogurte de fruta e, por fim, 3 copos de farinha à qual juntei 1 colh. de chá de fermento e 2 colh. sopa rasas de chocolate em pó e um pouco de raspa de casca de laranja.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Bolo de Fubá

Vi aqui neste blog este bolinho e pensei: é isto que me está a apetecer! Levantei-me e passado 10m aqui estou a postar a delícia que está no forno. A foto vem daqui a meia hora... e o cheirinho é só para mim!
E fiz assim:
Bati muito bem 4 ovos inteiros com 2 copos de açúcar. Juntei 1 copo de óleo e 1 copo de sumo de tangerina (não tinha laranjas cá em casa!|). Juntei cá fora 1 copo de farinha de milho com 1 copo de farinha de trigo e 1 colh. de sopa de fermento. Fui deitando, aos poucos, na mistura anterior. Ah, e uma pitada de sal!
Untei um tabuleiro e foi ao forno durante +- 35 minutos, a 180 graus

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Bolo de Curgete e Noz



Este bolinho é muito bom e fofo. Levei-o para uma festa de uns amigos que fizeram anos recentemente. Coloquei-o num tabuleiro para o poder cortar aos quadrados e polvilhei-o com açúcar cristal para ficar com um aspecto melhor...
E fiz assim:
Bati 3 ovos com 2 copos de açúcar muito bem. Juntei 1/2 copo de óleo. Fui juntando, aos poucos, 1 1/2 curgete pequena ralada, 1 colh. chá de essência de baunilha. Em 3 copos de farinha envolvi 2 colh. chá de bicarbonato, 1 de fermento, 2  de canela e casca ralada de 1 limão. Juntei à massa. No final envolvi 100 gr de nozes moídas. Foi para o forno a 180 graus por, mais ou menos, 35 minutos.

domingo, 23 de janeiro de 2011

Almôndegas


Já há muito tempo que não fazia almôndegas. É bem mais fácil fazer um rolo de carne do que estas pequenas bolinhas, mas não se demora tanto assim... Os miúdos gostam muito e estão sempre a olhar para o prato do vizinho para ver se sobra alguma!
E fiz assim:
Na carne picada juntei bem uma cebola picada, salsa e alho em pó. Moldei bolinhas com as mãos e envolvi-as em farinha. Fiz um refogado com rodelas de cebola e alhos fatiados e azeite. Deitei polpa de tomate e um pouco de vinho branco. Dispus as almôndegas em cima do refogado, acrescentei um pouco de sal, alecrim e oregãos em pó. Baixei o lume e tapei o tacho. Um cheirinho bom invadiu a minha cozinha...
Servi com arroz branco e vegetais estufados.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Bolo de Neve


Este é o bolo da minha infância! Aquele que ainda hoje me deixa um paladar a lembranças de menina que andava na sua bicicleta, livremente por uma terra onde, durante muito tempo não houve ódios nem guerras...
É um dos que faço frequentemente, tanto mais que os meus filhotes adoram igualmente! Não sei a razão pela qual se chama Bolo de Neve: será porque fica  branquinho?  Não leva gemas no bolo em si, elas são aproveitadas para fazer o recheio.
De qualquer forma, é um bolo muito bom, um dos meus preferidos!
E fiz assim:
Bati em creme 1/2 chav. de margarina com 2 chav. de açúcar muito bem. Alternadamente fui juntando 1 chav de leite com 1 colh. chá de essência de baunilha e 2 1/2 chav. de farinha, onde adicionei previamente 4 colh. chá de fermento e 1/4 colh. chá de sal fino. Deixei bater muito bem. Envolvi, no final 4 claras em castelo. Dispus a massa numa forma untada...e foi para o forno durante, talvez 40 m a 180 graus.
Depois de pronto abre-se ao meio e deixa-se arrefecer. Num tacho, levei ao lume 4 gemas com 4 colh. sopa de açúcar e 3 colh. sopa água e fui mexendo até engrossar um pouco. Barrei o interior do bolo, voltei a tapá-lo e deitei por cima o resto destes ovos moles rápidos.
Parece mais demorado do que é na realidade. Muito bom.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Grão com atum


Às vezes cá em casa, à noite, é o dia de "abrir latas", como eu lhe chamo. E, basta um pequeno toque para que a comida fique com um gostinho bom: neste caso abri 2 latas de grão e 1 lata de atum das grandes. Juntei-lhes cebola picada e bastante salsa picada. No final deitei por cima azeite, onde misturei previamente 2 colheres de café de colorau. Envolvi tudo muito bem.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Legumes estufados


É fácil e muito saboroso este prato de legumes.
Fiz assim:
Cortei aos pedaços pequeninos 1 cenoura, 1 curgete, 1/2 beringela, 6 rabanetes, 4 tomates chucha, 1/4 de uma couve coração, 1 alho francês.
Num tacho grande, coloquei no fundo uma cebola às rodelas, 4 dentes de alho também ás fatias e reguei com um pouco de azeite. Deixei refogar e coloquei  os legumes e um pouco de sal. Tapei o tacho e lume baixo com ele!

Fica uma verdadeira delícia, pode-se variar no tipo de legumes e fazer aquela limpeza ao frigorífico... ou colocar inclusive cogumelos e bacon aos pedacinhos.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Bolo de chocolate (e pêra)



Esta receita foi-me dada por uma amiga já há alguns anos e faço-a tanto sem a pêra, ficando um bolo de chocolate normal, como com ela. Desta vez fiz sem a fruta. Fica bom e marcha num instante!
E fiz assim:
Bati muito bem 4 ovos inteiros com 2 chav. de açúcar. Aqueci no micro-ondas 1/2 chav. água e juntei 125 gr de chocolate em pó, mexendo até dissolver. Juntei aos ovos e ao açúcar 1/2 chav. óleo e, a seguir, o chocolate. No fim, deitei aos poucos 2 chav. de farinha onde adicionei previamente 1 colh. chá de fermento. Forno com ele em forma untada...
A versão com pêra fica também uma delícia: é só acrescentar no fundo da forma bocadinhos da fruta descascada passados por farinha e deitar a massa por cima.

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Puré de 2 batatas



Eu sou louca por batata doce! Costumo lavá-las bem, dar-lhes uns golpes com a faca e assá-las no forno até estarem bem cozidas. Muitas das vezes começo a comê-las mal saem do forno, bem quentes ainda! Por isso quando vi aqui este puré de batata doce fui a correr experimentar. Já é a segunda vez que o faço pois gostámos muito e, da primeira, esqueci-me de tirar uma foto. Fica delicioso e acompanha qualquer prato de peixe ou carne.
E fiz assim:
Descasquei igual peso de batata doce e da batata normal. Coloquei-as a cozer em agua temperada com sal. Esmaguei-as com um instrumento de plástico da Tuperware muito prático, deitei-lhes azeite, mexi com um garfo de madeira e foi ao lume por mais um tempinho. Temperei com pimenta e noz moscada. Não deitei leite porque me pareceu não ser preciso. Ficou muito fofo e com um sabor espectacular. A repetir sem dúvida!

sábado, 1 de janeiro de 2011

Bolo de Noz



Este bolo é uma verdadeira delícia! Muito fofo e saboroso. Não leva farinha nem fermento. É mesmo assim, cresce o suficiente e não precisa desses ingredientes.
E fiz assim:
Bati 6 gemas com 200 gr de açúcar muito bem. Juntei 200 gr de noz previamente picada onde misturei 1 colh. sopa de pão ralado bem cheia e envolvi as 6 claras em castelo. Foi ao forno em forma redonda sem buraco, untada. Polvilhei com açúcar cristal, depois de pronto.
Rápido de se fazer e muitoooooooo bom!